Menu

12 agosto, 2013

Em um banco de praça



   


Sentei-me naquele banco de praça tão solitário quanto minha alma.Sabe-se que um banco de praça trás tantas histórias quanto um coração aflito e manso.Quantas coisas já foram ditas ali naquele mesmo lugar que eu estava.Se podemos dizer que aquele banco de praça tem história,imagina as pessoas que já passaram por ali.Quantas emoções já não foram jogadas em um banco de praça,quantos sorrir já não foram roubados,quantos beijos já podem ter dado bem ali onde eu me encontrava.

Aquele banco podia ter tantas lembranças quanto eu.Aquele banco de praça podia trazer tantas memórias quanto eu.Ambos eram carregados de lembranças e vontades sendo que nenhum deles estavam acompanhados de algo bom no momento.Alma doce e mente alucinada de coisas que não podem ser descritas em meio a tanta circunstâncias.Onde estará o real sentindo de ser um banco de praça onde todas as pessoas já passaram,onde tantas conversas a fio já passaram por ali ?

Qual o real sentindo de ser uma pessoa que já viveu tanto e no final de sua vida estar só? Só como este banco de praça.Só como eu,só como o banco.Aquele banco de praça que um dia testemunhou o amor,que um dia avistou o sorriso,aquele banco de praça que um dia viu um beijo apaixonante.E ele continuo ali sem saber o que fazer,sem poder se mexer,sem saber o que sentir,sem ter o que dizer.

Aquele afinal é apenas um banco,no qual estava sentada.Pessoas grandes,pequenas,desprovidos de beleza interior passando em um grande espaço de tempo onde não param.Não observam,não comentam,apenas vão em direção ao alvo que elas querem alcançar.Chegar ao final da vida como um banco de praça,não é de fato o que uma velha mulher desejaria.Cá estou sentada,observando,sem saber o que falar,sem muito o que dizer.No fundo me vejo como aquele banco de praça,pessoas vem,sentam-se ao seu lado,passam um tempo e vão.Vão na direção a algo que lhes pertence e você fica ali como um banco de praça,sozinha.



10 comentários:

  1. Esse banco me lembrou o banco e todo o contexto de 500 dias com ela.
    Tem o mesmo significado. :/
    Lindo texto!
    beijos
    http://oicarolina.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Carolina!Eu vi esse filme e realmente me fez lembrar.Mas juro que quando escrevi não me toquei sobre o contexto.

      beijos e obrigada!

      Excluir
  2. Ás vezes eu paro e imagino todas as pessoas que já passaram pelos mesmos lugares que eu... Lindo seu texto! Você escreve muito bem, parabéns.

    Beijos
    Uma Perfeita Complicada

    ResponderExcluir
  3. Menina, como se consegui escrever o que eu sinto!
    Me identifiquei muito com o texto! E achei ele LINDOO!!
    (Como todos!!!!*-*)
    Sabe, hoje, me sinto exatamente assim, sozinha como um banco da praça!
    Parece que o seu texto foi pra mim! =/ Parabéns, nega!
    PS: Surpresa pra você no meu blog!! hahaha
    Beijinhos!
    Jennifer
    http://queridamaiscafe.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie!
      Ah que ótimo saber disso.É muito gratificante saber que os leitores se identificam,isso significa que to fazendo alguma coisa certa por aqui rs.

      Ps: vou lá no blog verrr!

      beijooooos

      Excluir
  4. Que texto incrível. Me vi em várias partes e com a música então, melhor ainda. kkk
    Beijos

    marinaalessandra.blogspot.com
    @mariinaale

    ResponderExcluir

Se você chegou até aqui é por que de alguma forma você gostou.Esse espaço é seu,me diga o que você achou , me dê sua opinião a respeito do que leu , sera importantíssimo pra mim e pro blog.Deixe seu comentário e o link do seu blog quem sabe eu apareça por lá ;)

Ps: por favor não faça comentários do tipo;me segue,comenta,segue de volta.Eu sigo sim,mais eu sigo os blogs que eu gosto,eu comento sim,só deixa o link do blog e sua opinião sobre o blog...Eu retribuo de acordo com o que você posta,então se leu e gostou comente,se leu e não gostou comente,se leu e não comentou eu fico na curiosidade ,rs .
beijos ♥